segunda-feira, 25 de novembro de 2013

Crônica: Insônia e você


        Já perdi a conta de quantas vezes pensei em você depois que te vi. Estar ao seu lado é uma espécie de vício, daqueles que alimenta, e faz a gente querer repetir a dose. Eu queria te ligar agora e dizer que adorei a gente naquela festa do final de semana. Mas ainda são 2 da manhã, e mais uma vez estou aqui trancada nesse quarto sem dormir. Pelo jeito a noite vai ser longa.
       Lembrei de você hoje no café da manhã. Eu sempre fazia aquele chá com pouco açúcar que você adora, acompanhado de torradas. Eu não me cansava de ficar te observando com aquela cara de sono, ás 6:00 da manhã. E aquele sorriso tímido que sempre soltava ao perceber minha expressão de encanto. Eu simplesmente ganhava meu dia.
       Lembrei de você hoje quando me olhei no espelho. Eu era sua, sua menina, sua escritora preferida. Você adorava me deixar nervosa, e repetia que eu sempre ficava linda quando estava com raiva. E eu não contia o riso. E no fim, a gente se acabava ali, um rindo do outro igual duas crianças.
       Já perdi a conta de quantas vezes tentei entender porque isso tudo teve um fim. E no fundo eu queria muito descobrir o porque que você me olhou diferente naquela festa, e me fez feliz como se não houvesse o amanhã. Talvez não saiba, mas por minutos esqueci de todos os meus problemas e quis aproveitar o momento. Quis curtir a música, quis curtir você. Mas foi só tudo aquilo acabar, para mim perceber que meus problemas só estavam no pause.
       Eu queria te ligar e dizer que ainda te amo. Confessar que senti sua falta durante todo esse tempo e que ainda sinto.  Mas ainda são 4 da manhã, é muito cedo para tentar recomeçar. Ou talvez, tarde demais...

-----------

Bom meninas, toda segunda feira vou postar aqui uma crônica de algum outro blog. Pedi hoje no grupo do DDQ pra me mandarem e depois de ler todas (juro que li mesmo) escolhi essa pra hoje! Espero que gostem. Quem escreveu foi a Dayanne Cassimiro do Blog Sentimento Singelo!


2 comentários:

  1. Amei a iniciativa do seu blog, texto perfeito, e foi até meio auto-bibliográfico pra mim hahha .Parabéns pelo seu trabalho :D
    http://agoraquesougente.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigadinha, Cleyson! Fico feliz que tenha gostado!

      Excluir